25 pessoas que tramaram um golpe na Alemanha estão sob custódia


A agência de notícias alemã dpa informou que 25 pessoas suspeitas de serem de extrema direita e planejar um golpe foram detidas em uma operação em 11 estados do país.

Foi determinado que um grupo de ex-militares, considerados de extrema direita, planejava derrubar o governo invadindo o prédio do parlamento. 25 pessoas foram detidas na operação realizada em 11 estados.

No depoimento do Ministério Público Federal, foi registrado que 3.000 policiais realizaram operações em 130 pontos em 11 estados. A promotoria não respondeu aos pedidos de comentários.

PRIMEIRO DECLARAÇÃO DO MINISTRO ALEMÃO

A ministra federal do Interior da Alemanha, Nancy Faeser, afirmou que foi realizada uma operação contra o grupo acusado de estabelecer uma organização terrorista com o objetivo de destruir a ordem constitucional e formar um estado que emule o Império Alemão. disse.

Em sua declaração, Faeser disse que o estado alemão é forte e eles estão protegendo o estado contra os inimigos da democracia.

Observando que uma operação nacional foi realizada nesta manhã contra o grupo acusado de estabelecer uma organização terrorista com o objetivo de destruir a ordem constitucional da República Federal da Alemanha e formar um estado que segue o exemplo do Império Alemão em 1871, Faeser disse , “Para proteger nossa democracia, mais de 3.000 agentes de segurança na Federação e nos estados hoje. “Agradeço muito a eles por sua determinação perigosa. As autoridades federais e estaduais de segurança, lideradas pelo Ministério Público Federal, trabalharam perfeitamente juntas”. ele disse.

Faeser afirmou que a investigação foi realizada contra a ameaça terrorista de um grupo que defendia a ideia do Império Alemão (Reichsbürger):

“A suposta organização terrorista desenterrada hoje é movida por sonhos de golpe violento e ideologias de conspiração. Há uma imagem clara de até que ponto os planos do golpe avançaram, mas isso será revelado como resultado da investigação. Os militantes estão unidos em seu ódio à democracia, ao nosso estado e às pessoas que defendem nossa sociedade. “Agimos defendendo o estado de direito contra tais tentativas. Continuaremos a manter essa postura dura”.

*A imagem da notícia foi veiculada pela AA.



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *