As decisões sobre o regime de importação e o imposto aduaneiro adicional foram regulamentadas


Em linha com o texto da “Tabela da Pauta Aduaneira Turca Dividida em Posições Estatísticas”, que foi elaborada com a Decisão Presidencial para ser válida em 2023 e inclui as alterações feitas nas posições estatísticas da pauta aduaneira e nas definições de mercadorias, o regime de importação e regulamentaram-se as decisões fiscais aduaneiras adicionais.

A Decisão que Modificou o Regime de Importação foi publicada na edição reiterada do Diário Oficial.

Com a decisão, foram feitas alterações nas siglas, listas e anexos da Decisão do Regime de Importação.

De acordo com informações obtidas do Ministério do Comércio, a Decisão inclui o Acordo Constitutivo da Organização Mundial do Comércio da qual a Turquia é parte, a Decisão de União Aduaneira estabelecida com a União Europeia (UE) e os acordos de livre comércio firmados com vários países dependendo desta Decisão, acordos comerciais preferenciais, regime autônomo da UE. Os regimes preferenciais concedidos aos países menos desenvolvidos, países com regimes especiais de incentivos e alguns países em desenvolvimento no âmbito do sistema de preferências generalizadas e as concessões unilaterais reconhecidas no quadro dos planos de desenvolvimento e das metas fixadas nos programas anuais, foram organizados por tendo em conta as necessidades e exigências dos sectores da agricultura e da indústria.

Foi também publicada em Boletim Oficial a Decisão sobre a Alteração da Decisão sobre a Implementação do Direito Aduaneiro Adicional à Importação.

A decisão foi elaborada considerando as obrigações decorrentes de acordos multilaterais e bilaterais no âmbito da legislação internacional para apoiar a produção nacional.

Em linha com o texto da “Tabela da Pauta Aduaneira Turca Dividida em Posições Estatísticas”, que foi preparada para ser válida em 2023 e inclui as alterações feitas nas posições estatísticas da pauta aduaneira e definições de mercadorias, foram feitas as alterações e disposições necessárias no listas anexas à Decisão do Regime de Importação e nas listas anexas à Decisão do Direito Aduaneiro Adicional.

As decisões entrarão em vigor em 1º de janeiro de 2023.

SUPERVISÃO NA IMPORTAÇÃO DE GASES FLUORENSIVOS DE EFEITO ESTUFA

Entretanto, os comunicados de segurança e inspeção de produtos a serem implementados em 2023 pelo Ministério do Comércio também foram publicados na segunda edição do Boletim Oficial.

Com os comunicados, foram incluídos no âmbito da fiscalização cabos, esmerilhadeiras e cortadores de grama, material escolar e de escritório, borrachas, cadernos escolares, tesouras, afias, furadores, grampeadores e lápis.

A importação estrita de algumas matérias-primas plásticas compostas é possível, sujeita à inspeção de conformidade pelo Ministério do Meio Ambiente, Urbanização e Mudanças Climáticas. Foi esclarecido que os pedidos de importação que não forem feitos pelo menos 3 dias úteis antes da chegada dos resíduos ao território aduaneiro turco não serão aceitos. Os assuntos relacionados com resíduos e sucata importados que foram liquidados foram claramente declarados.

Com os comunicados, foram feitos acréscimos aos artigos sujeitos à permissão especial do Ministério da Saúde.

Foi feito um regulamento para a importação de gases fluorados de efeito estufa com alto potencial de aquecimento global a ser auditado com um documento a ser obtido do Ministério do Meio Ambiente, Urbanização e Mudanças Climáticas a partir de 1º de fevereiro de 2023.



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *