Confissão de Ozan Tufan de Şenol Güneş! Respondendo às acusações…


“EU TAMBÉM DESAFIO OS FÃS, NÃO CAAM NESSA ARMADILHA”

A uma pergunta sobre o trabalho de transferência, Güneş disse: “Não disse a nenhum jogador para levar isso à administração. Eles perguntam se você gosta de Ozan (Tufan), Samet (Akaydın), eu gosto, mas conseguir é outra coisa. Os jogadores em campo vão jogar. Se forem bons, continuaremos. Decisões administrativas e técnicas são tomadas depois, não agora. Apelo também aos adeptos, não caiam nesta armadilha. Não estamos recrutando jogadores, não estamos enviando ninguém no momento. Precisamos pontuar. Perdemos na semana passada, vencemos o time mais difícil hoje. Cada partida é a final para nós. De quem quem o que quando? Não está claro que ele vai ganhar. Dos jogadores em questão, falaremos se a semana de transferências está chegando. Não pensamos assim no momento. Não pensamos assim no momento. Masuaku tem seus próprios problemas. A transferência é econômica e administrativa. Todos são discutidos. Será agido de acordo com os interesses do clube. Quando chegar a última partida, seria melhor se fosse a seguinte, não tenho essa decisão no momento”, respondeu.

“TODOS OS JOGADORES PRECISAM”

Sobre as mudanças que fez no meio-campo esta noite, Şenol Güneş disse: “Críticas individuais são feitas tanto a mim quanto ao jogador. Se os jogadores não jogarem bem, também serei criticado. Essas coisas são ditas em Necip e Atiba. Hoje, conseguimos em pouco tempo, mas o Atiba deu uma contribuição. Josef foi ferido, Salih. Houve uma dor na virilha de . O que vamos fazer então. Todos os jogadores são necessários. Redmond é um jogador da direita do qual espero mais coisas. É decepcionante quando ele não o faz. O Necip não é um jogador que quero jogar porque gosto dele. A equipe ficará mais rica com o surgimento das lesões. “Vamos até o intervalo. Vamos avaliá-lo quando o circuito vier. Agora vamos nos preparar para a partida do Kasimpasa. Depois, 3 jogos fora e também no inverno. Queremos ganhar todos eles, com os que estão na mão. Depois disso, conversaremos. Existe uma necessidade, existe. A gente sempre fala isso”, disse.

“TEMOS ERROS DE BOLO, AINDA NÃO CONSEGUIMOS CORRIGIR”

Lembrando que eles usaram muito o meio-campo, o experiente técnico disse: “Às vezes a gente queria lançar bolas longas pela zaga e pegar as bolas de retorno. Se você pegar todas as bolas e jogá-las, não poderá fazer um jogo. Eles fizeram a mesma coisa. Apesar de não ter um jogador longo. Temos erros de bolo no meio, ainda não conseguimos corrigi-los. Nossas perdas inesperadas. As bolas que damos ao adversário voltam para nós como um ataque. Às vezes damos cedo, às vezes damos tarde e nos cansamos. Vai ser no meio, o chute vai ser bom. Masuaku marcou na bola parada. Estamos tentando marcar os escanteios, vamos nos esforçar mais. Sua técnica não é ruim, mas às vezes a situação os obriga a cometer erros. “Há pressa, há ambição, às vezes eles não conseguem fazer o que fazem nos treinos”, disse ele.



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *