Declaração de importação de produtos eletrônicos usados ​​do Ministério

O Ministério do Comércio fez uma declaração sobre a importação de produtos elétricos e eletrônicos usados ​​ou reformados.

No comunicado foram feitas interpretações errôneas de que a importação de bens elétricos e eletrônicos usados ​​ou recondicionados, especialmente bens de consumo, é permitida no âmbito do Regulamento de Gerenciamento de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos, elaborado pelo Ministério do Meio Ambiente, Urbanização e Mudanças Climáticas e publicado no Diário Oficial em 26/12/2022. foi gravado.

No comunicado do Ministério, “Neste contexto, tem havido a necessidade de fazer uma declaração para que o público possa ter uma informação precisa. Refira-se que não se altera a importação de bens elétricos e eletrónicos usados ​​ou recondicionados que não sejam resíduos, mediante autorização do Ministério do Comércio.” .

No comunicado, a informação foi compartilhada: “Em regra, bens de consumo elétricos e eletrônicos usados ​​ou recondicionados não podem ser importados”.

FABRICANTES DE LINHA BRANCA FORAM AVISADOS

A Associação Turca de Fabricantes de Bens Brancos (TÜRKBESD), que fez declarações sobre o Regulamento de Gerenciamento de Resíduos de Produtos Elétricos e Eletrônicos, que causou comentários no público de que ‘o caminho para a importação de produtos brancos de segunda mão foi pavimentado’ no dias anteriores, afirmou ainda que o referido regulamento visa regulamentar os produtos que tenham adquirido características de resíduos. havia relatado.

TÜRKBESD disse: “Pensa-se que as avaliações de que o regulamento abre caminho para a importação de produtos da linha branca em segunda mão são mal compreendidas”.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *