Declaração do Ministro de Energia da Arábia Saudita sobre as decisões da OPEP: Atua do ponto de vista econômico


O ministro Bin Salman avaliou o mercado de petróleo e as decisões do grupo OPEP+ em fórum econômico em Riad, capital da Arábia Saudita. Afirmando que o grupo OPEP+ está a tentar regular o mercado petrolífero, tal como os bancos centrais regulam o mercado monetário, Bin Selman disse que a questão que lhes interessa é “limitar as flutuações dos mercados”.

DECISÃO DE REDUÇÃO DE 2 MILHÕES DE BARRILHOS

Bin Selman observou que o melhor serviço ao mercado de petróleo é ter uma visão de futuro baseada na “menor volatilidade e na maior estabilidade”. “A OPEP+ atua de uma perspectiva econômica. Não estamos interessados ​​em política ou alianças. Não temos esse objetivo para o futuro.” Bin Selman disse que o melhor exemplo disso é a decisão de “reduzir a produção diária de petróleo em 2 milhões de barris a partir de novembro”.

“NOSSA PRIORIDADE É PROTEGER O MERCADO”

Afirmando que o grupo superou desafios geopolíticos, epidemias e pressões, Bin Selman destacou que sua prioridade é proteger o mercado.

O ministro das Finanças da Arábia Saudita, Mohammed al-Cedan, também informou no mesmo fórum que, embora as receitas não petrolíferas cobrissem apenas 10% das despesas do país no passado, essa taxa atingiu 40% até 2021.

Cedan salientou que a fixação das receitas do petróleo, sujeitas a flutuações, como única fonte, provocou défices orçamentais em anos anteriores.

A DECLARAÇÃO DA CASA BRANCA ATRAIU A ATENÇÃO

Liderados pela Arábia Saudita e pela Rússia, os países da “OPEP+” decidiram reduzir a sua produção diária de petróleo em 2 milhões de barris a partir de novembro, na reunião de 5 de outubro.

Após essa decisão, John Kirby, Diretor de Comunicações Estratégicas do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, fez declarações em 11 de outubro de que o presidente dos EUA, Joe Biden, estava revisando as relações com a Arábia Saudita.



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *