Papa Francisco destaca a virtude de “afastar-se”

O Papa reivindicou a “espírito de servir” destacando a virtude de “afaste-se” no momento oportuno, ao mesmo tempo em que criticou o apego a “funções e cargos” ou a necessidade de “ser estimado, reconhecido e recompensado”.

“Isto, embora seja natural, não é bom, porque o serviço é gratuito, cuidar dos outros sem vantagens para si, sem segundas intenções. Nos fará bem cultivar, como João (o Batista), a virtude de se afastar no momento certo, testemunhando que a referência da vida é Jesus”, exclamou Francisco durante o Angelus deste domingo.

Debruçado à janela do Palácio Apostólico, o Pontífice assegurou que esta é especialmente “importante” para os sacerdotes, chamados a pregar e celebrar “não por desejo de destaque ou interesse, mas para acompanhar os outros a Jesus”; e para os pais, que criam os filhos com muitos sacrifícios e depois “devem deixá-los livres para seguir seu próprio caminho no trabalho, no casamento, na vida”.

“É lindo e justo que os pais continuem garantindo sua presença dizendo às crianças: não te deixamos sozinho; mas discretamente, sem intrusão. E o mesmo vale para outras áreas como a amizade, a vida a dois, a vida comunitária», sublinhou o Papa.

O pontífice também anunciou que os trabalhos do Sínodo sobre o futuro da igreja Serão precedidas por uma vigília de oração ecuménica no sábado, 30 de setembro, na Praça de São Pedro, da qual participarão jovens de todo o mundo, e que estará a cargo da Comunidade de Taizé.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *