Percorrer 10 km a cavalo para 5 alunos


Em Hakkari, o professor Musa Rabbit (28) percorre 10 quilômetros a cavalo para dar treinamento.

Musa Tavşan, que se formou na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Adnan Menderes University há 5 anos, trabalhou como professor remunerado no vilarejo de Bağdaş, onde morava com sua família, no ano passado. Este ano, Rabbit foi nomeado professor pago na aldeia de Keçili, que fica a 10 quilômetros de sua aldeia.

TODAS AS MANHÃS COM SEU CAVALO ATRAVESSA O DREA, O MONTE

Musa Tavşan vai para a Escola Primária Keçili Village, que tem 34 alunos e 5 professores, sozinho todos os dias. Rabbit chega à escola na aldeia de Keçili todas as manhãs atravessando o riacho e a colina com seu cavalo. Andar a cavalo, agradável nos meses de verão, é difícil nestes dias de frio.

O professor Musa Rabbit disse que, como a área para onde ele viajou estava coberta por cerca de 20 centímetros de neve, ele agora estava pensando em terminar sua jornada com um cavalo. Afirmando que a espessura da neve ultrapassará 1 metro nos próximos dias na região, onde os meses de inverno são muito difíceis, e a viagem a cavalo será perigosa, Tavşan afirmou que está pensando em alugar uma casa na aldeia de Keçili.

“A MAIORIA DOS MEUS ALUNOS GOSTA”

Explicando que ficou feliz quando chegou à escola e conheceu 5 alunos que foram para a segunda série, apesar de viajar no frio nos últimos dias, Musa Tavşan disse:

“Mesmo uma única palavra que ensino aos meus alunos me faz esquecer todas as dificuldades. Quero cumprir meu dever corretamente. Sinto a felicidade de ensinar meus alunos todos os dias atravessando montanhas nevadas e colinas a cavalo. Terminada a aula, monto no meu cavalo e volto para a minha aldeia.

Como não há nevascas fortes, ainda não há problema. Mas isso pode não ser possível tão cedo. Meus alunos ficam mais felizes quando vêm para a escola a cavalo. Meus alunos me cumprimentam toda vez que venho. Com a forte nevasca, pretendo me estabelecer com meus parentes na aldeia e ficar aqui até que o tempo melhore.”



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *