Sérvia pede à OTAN para enviar exército e polícia sérvios ao Kosovo


O presidente sérvio, Aleksandar Vucic, disse que a OTAN solicitará à Força do Kosovo (KFOR) que desloque o exército e a polícia sérvios para o norte do Kosovo.

Em seu discurso à nação, Vucic avaliou as relações Sérvia-Kosovo.

Chamando a atenção para os recentes acontecimentos no norte do Kosovo, Vucic disse que o seu país vai pedir à KFOR que desloque o exército e a polícia sérvios para a região.

“Estou enviando a mensagem ‘sem rendição’ aos nossos cidadãos que vivem no norte do Kosovo, que lutam para sobreviver e proteger suas famílias. Esta é uma decisão do estado e todos que vêm a mim devem saber disso. Não estou preocupado com o preço que pagarei pessoalmente”, disse Vucic. usou as frases.

Sublinhando que respeitam todos os acordos, especialmente o Acordo de Bruxelas, há 10 anos, Vucic argumentou que o lado do Kosovo não respeita esses acordos.

TENSÃO KOSOVO-SÉRBIA

Sérvia e Kosovo ficaram mais uma vez tensos depois que Kosovo relatou um aumento da presença de forças de segurança em áreas populosas sérvias no norte do país.

Os dois países voltaram a se enfrentar antes das eleições gerais antecipadas marcadas para 18 de dezembro em 4 municípios do norte do Kosovo, onde a população sérvia é densamente povoada.

Enquanto o lado do Kosovo afirma que fornece segurança na região antes da eleição, o lado sérvio argumenta que os sérvios que vivem na região devem ser removidos.

Relatos da mídia local dizem que a situação no norte de Kosovo é calma, mas tensa.

A Sérvia considera Kosovo, que declarou sua independência unilateralmente em 2008, como seu território.

A Sérvia e o Kosovo, que periodicamente se confrontam, procuram encontrar uma via comum para a normalização das relações e, em última instância, para que os dois países se conheçam, no âmbito do Processo de Diálogo Belgrado-Pristina, iniciado em 2011 sob a mediação da União Europeia (UE).

Por outro lado, o Presidente do Kosovo, Vjosa Osmani, anunciou esta noite que as eleições autárquicas antecipadas em 4 municípios do norte do país foram adiadas para abril de 2023.

A partir da noite de quinta-feira, a polícia do Kosovo começou a aumentar a sua presença nas regiões onde vivem sérvios no norte do país, provocando uma nova tensão.

A administração sérvia acusou Kosovo de violar acordos internacionais e tentar invadir o norte do país, argumentando que a administração de Pristina não tinha o direito de ter polícia no norte do país no âmbito do Acordo de Bruxelas.

Em resposta, a primeira-ministra sérvia Ana Brnabic declarou que estavam “considerando o envio de forças de segurança” para Kosovo.

Foto: AA



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *